Como mudar sua vida em 30 dias – dia 24

Já que falamos tanto sobre o medo, é hora de começar a entender como tirar proveito dele. Para isso é necessário diferenciar medo de temor. Medo é o sentimento de insegurança, real ou imaginária, em relação a uma pessoa, uma situação ou um objeto. A maioria das vezes é irracional, exagerado e nos faz imaginar o pior cenário. Temor é um sentimento de reverência ou respeito, misto de medo e admiração, muitas vezes inspirados por algo majestoso ou poderoso.

Assim, da próxima vez que você decidir agir e sentir receio anote os resultados que você teme, os medos do seu cérebro reptiliano. Separe os reais dos imaginários. Pergunte-se: o que é o pior que pode acontecer? Depois se pergunte e daí? Se isso chegar a acontecer qual seria o plano B? O que vou pensar dessa situação daqui a 5 anos? Estarei rindo de mim mesmo?

Felizmente, 90% dos nossos medos nunca se realizam ou chegam a acontecer. A maior parte das vezes você verá que a situação não é tão grave quanto parece.

No entanto com todas as vicissitudes existentes na nossa vida, os perigos generalizaram-se e tornaram-se abstratos como, por exemplo, o medo de não passar num teste, o medo de não ser bom o suficiente, a frustração de ser preterido, a frustração de não ser ouvido ou levado em consideração; em fim o medo de errar de alguma forma.

Felizmente, certo ou errado é uma questão de perspectiva. A boa notícia é que cabe a nós decidir como encarar o erro. Podemos vê-lo como o fim do mundo, como a prova de quão inadequadas somos ou como o incrível aprendizado que geralmente é.

Na nossa cultura você precisa ser bem-sucedido na primeira tentativa, já nas culturas orientais o que é valorizado é o esforço. Algumas línguas asiáticas nem mesmo tem uma palavra específica para definir fracasso. Eles usam uma frase equivalente a “continue tentando”.

Por isso em vez de continuar fugindo do sucesso por medo de errar, nós precisamos redefinir nossas concepções do que é fracasso. Lembre-se de que a adversidade é uma condição temporária e uma oportunidade de aprender. Ao invés de ficar com raiva ou com pena de si mesmo, pergunte-se: Como cheguei aqui? Por que isso aconteceu? O que posso aprender com isso? Que diferença/importância essa situação vai ter para mim daqui a 10 anos? A maior parte das vezes não terá a menor importância.

O poder de escolha é o maior inimigo do medo. Quando você tem escolhas não se sente refém das circunstâncias. Você sempre pode escolher como vai se sentir e como vai reagir ante a adversidade. Assim, quando se deparar com algum problema/situação preocupante pergunte-se:

  • Qual é o resultado que quero obter?
  • Quais outros resultados também poderiam ser satisfatórios?
  • O que me impede de obter esses resultados?
  • Quem conheço que já passou por uma situação semelhante que pode me ajudar e/ou inspirar?

Sempre tente observar qualquer problema ou situação inesperada pelas lentes da curiosidade e do humor. O humor ajuda a pensar em perspectiva e de forma mais criativa. Por isso, não leve seus problemas ou preocupações muito a sério. Você pode até pedir para seus amigos que lhe apontem alguns pontos engraçados da situação que está enfrentando. Você vai encontrar no meio das respostas pitadas de verdade, dicas de solução e possibilidades que você não tinha considerado antes.

A dúvida, a preocupação e o medo, são os principais obstáculos do sucesso. As pessoas poderosas agem a pesar do medo, enquanto o resto dos pobres mortais ficam paralisadas, esperando o medo passar. Mas só nos tornamos verdadeiramente adultos quando perdemos o medo de errar. Crescer é conviver pacificamente com a dúvida e, mesmo com ela, tomar decisões.

Por isso, você tem de aprender a agir apesar do medo, a agir quando não tem vontade de fazê-lo. Saia da sua zona de conforto e comece a fazer coisas desconfortáveis. Aprenda a errar e a se sentir bem com isso. Comece a errar rápido e a errar com frequência. Apenas comece!

Um comentário sobre “Como mudar sua vida em 30 dias – dia 24

  1. Mind set de crescimento: “posso fazer melhor da próxima vez”. É possível sempre aprender muito e os erros são ótimas lições! Excelente Glória! Gratidão imensa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s